Relação entre atividade física e aspectos motivacionais em professores e funcionários de Educação Física da Universidade Católica de Brasília (UCB)

Taynah Oliveira Martins

Resumo


A prática de atividade física vem sendo priorizada como forma de prevenção e tratamento do sedentarismo e de doenças como a obesidade. O estudo buscou analisar as fontes de motivação intrínseca e extrínseca, relacionadas à prática de atividade física, presentes em professores e funcionários de educação física da Universidade Católica de Brasília. Foi utilizado como instrumento de coleta de dados dois questionários, um referente a dados pessoais e frequência de atividade física, e outro relacionado à motivação a pratica de atividade física. O público do estudo foi composto por 12 participantes, sendo 6 do sexo feminino e 6 do sexo masculino, escolhidos conforme disponibilidade de tempo para responder e por fazerem parte do curso de educação física. Ao final do estudo constatamos que a fonte de maior motivação é a intrínseca sendo a motivação extrínseca menos frequente e relevante.

Palavras-chave


Educação Física, Motivação, Motivação Intrínseca, Motivação Extrínseca, Atividade Física, Sedentarismo

Texto completo:

PDF