ANÁLISE DA PERCEPÇÃO SUBJETIVA DE ESFORÇO (PSE) EM JOGADORES DE FUTEBOL SUB 15 COM BASE EM TREINAMENTO DE JOGO REDUZIDO

Autores

  • HENRIQUE MIGUEL

Resumo

Estratégias de treinamento e variações de suas intensidades aplicadas ao futebol são motivos frequentes de discussões entre treinadores e educadores físicos. A utilização da Percepção Subjetiva de Esforço (PSE) para classificar, de forma individual, a intensidade de um treino proposto em campo reduzido (CR) é de grande utilidade para profissionais da área. Este estudo objetivou avaliar a PSE de meninos de uma escola de futebol sub 15. Através de uma análise da escala de BORG, foi identificado o nível de esforço individual, em treinamento de campo reduzido. Os resultados apontaram que esta forma de treinamento proporciona melhora na parte técnica e na dinâmica do contexto tático do jogo. Um fator importante observado na pesquisa foi a elevação dos níveis de PSE em atletas com índices de massa corpórea (IMC) mais elevados e características de funções defensivas. Com o proposito de nortear profissionais da área a não gerar uma sobrecarga em um ciclo de treinamento, este estudo traz dados correlacionados à busca de uma maior intensidade no ciclo de treinamento proposto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-19

Edição

Seção

Educação Física Pesquisa