INCIDÊNCIA DE LESÕES EM ATLETAS AMADORES PRATICANTES DO FUTSAL NA CIDADE DE ESPERANTINA-PI

TIAGO MAGALHÃES PONTES, MARCIANA AGUIAR RODRIGUES

Resumo


O presente artigo vem apresentar o Futsal como uma modalidade esportiva cada vez mais praticada. Tem-se notado uma preocupação especial com o aprimoramento físico do atleta, e consequentemente, uma probabilidade maior dos atletas a sofrer algum tipo de lesão. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo geral, analisar a ocorrência das lesões em atletas praticantes do Futsal; e tendo como objetivos específicos, verificar os fatores que contribuem para o aparecimento destas lesões; identificar os tipos de lesões mais comuns nestes atletas praticantes da modalidade. A metodologia utilizada foi a descritiva e como instrumento de pesquisa utilizou-se um questionário contendo perguntas abertas e fechadas. Foram aplicados questionários para 50 atletas com idade entre 15 e 35 anos. Os resultados demonstram que o segmento anatômico mais lesionado foi o tornozelo, com 22%, seguido do joelho. 18%. Os jogadores da posição de Ala é quem mais sofreu lesão (40%). Os jogadores informaram que mais sofreram lesões foram jogos (42%), os movimentos que realizavam eram os chutes (21%). Os resultados evidenciaram ainda a ocorrência de lesões em todos os praticantes de futsal, devido à própria característica deste esporte, no qual ocorrem mudanças bruscas de direção e muito contato físico. Com esse estudo, clonclui-se que os praticantes do futsal podem ser prejudicados por vários de lesões, mas que as musculoesqueléticos tem uma incidência maior sobre os atletas amadores.

Palavras-chave


Lesões Musculoesqueléticas, Atletas, Futsal

Texto completo:

PDF