INCIDÊNCIA DE LESÕES EM ATLETAS AMADORES PRATICANTES DO FUTSAL NA CIDADE DE ESPERANTINA-PI

Autores

  • TIAGO MAGALHÃES PONTES
  • MARCIANA AGUIAR RODRIGUES

Resumo

O presente artigo vem apresentar o Futsal como uma modalidade esportiva cada vez mais praticada. Tem-se notado uma preocupação especial com o aprimoramento físico do atleta, e consequentemente, uma probabilidade maior dos atletas a sofrer algum tipo de lesão. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo geral, analisar a ocorrência das lesões em atletas praticantes do Futsal; e tendo como objetivos específicos, verificar os fatores que contribuem para o aparecimento destas lesões; identificar os tipos de lesões mais comuns nestes atletas praticantes da modalidade. A metodologia utilizada foi a descritiva e como instrumento de pesquisa utilizou-se um questionário contendo perguntas abertas e fechadas. Foram aplicados questionários para 50 atletas com idade entre 15 e 35 anos. Os resultados demonstram que o segmento anatômico mais lesionado foi o tornozelo, com 22%, seguido do joelho. 18%. Os jogadores da posição de Ala é quem mais sofreu lesão (40%). Os jogadores informaram que mais sofreram lesões foram jogos (42%), os movimentos que realizavam eram os chutes (21%). Os resultados evidenciaram ainda a ocorrência de lesões em todos os praticantes de futsal, devido à própria característica deste esporte, no qual ocorrem mudanças bruscas de direção e muito contato físico. Com esse estudo, clonclui-se que os praticantes do futsal podem ser prejudicados por vários de lesões, mas que as musculoesqueléticos tem uma incidência maior sobre os atletas amadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-19

Edição

Seção

Educação Física Pesquisa