Crowdlaw: inteligência coletiva e processos legislativos

Beth Simone Noveck

Resumo


Nesse ensaio, examinamos o processo de crowdlaw, nomeadamente como as câmaras municipais, localmente e parlamentos, regional e nacionalmente, estão utilizando as tecnologias para engajar cidadãos em todas as etapas do processo de elaboração de políticas e leis. Temos a intenção de demonstrar que crowdlaw traz consigo a promessa de aprimorar a qualidade e a efetividade dos resultados obtidos, viabilizando a interação dos formuladores de políticas com um público mais ampliado, utilizando métodos desenhados para servir as necessidades tanto de instituições quanto de indivíduos.

Palavras-chave


Crowdlaw; Participação Cidadã; Engajamento Cidadão; Regulação; Regulação Antecipatória; Decisões Políticas; Tomada de Decisão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/esf.v0i14.10887

DIADORIM  DOAJ  Latindex  LIVRE  Portal Capes

E-ISSN 2446-6190

REVISTA B2 (Qualis CAPES 2015)