Luz, mão e sombra em uma fotografia que se faz entre camadas e lacunas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v0i22.13389

Resumo

Este texto parte da experiência de um projeto de fotografia participativa com surdos, o FotoLibras, para alcançar a obra de Tatiana Martins. Aborda dicotomias como visibilidade e invisibilidade, luz e sombra, positivo e negativo, tecendo relações que atravessam tanto questões ligadas à comunidade surda, como à concepção de uma imagem que se faz nas lacunas e deficiências. Se utiliza de produções do projeto citado e do pensamento de Emmanuel Alloa, Georges Didi-Huberman e Jacques Rancière.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Queiroga, Universidade Federal de Minas Gerais

Fotógrafo e educador. Professor do Departamento de Fotografia e Cinema da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG. Autor dos livros "Cordão" e "Coletivos fotográficos contemporâneos". Tem mestrado e doutorado em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (PPGCOM-UFPE).

Downloads

Publicado

2021-12-24

Como Citar

Queiroga, E. (2021). Luz, mão e sombra em uma fotografia que se faz entre camadas e lacunas. Esferas, (22), 302-313. https://doi.org/10.31501/esf.v0i22.13389

Edição

Seção

Dossiê Fotografia, crises e contemporaneidade: olhares sobre existências