Balanços sem fim: processos de subjetivação estético-políticos nos fotojornalismos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v0i22.13401

Resumo

No artigo ensaiamos reflexões sobre possíveis relações entre imagens jornalísticas e o surgimento de diferentes subjetivações estético-políticas. Ao sugerirmos a existência de vetores/dispositivos supostamente capazes de inspirar [re]configurações do/no sensível, rompendo com a lógica consensual e “policial” que demarca possíveis e impossíveis, destacamos os movimentos e tremores que podem, dialeticamente, perturbar e renovar nosso próprio olhar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Giovani Venuto, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando no Pragrama de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina.

Flávia Garcia Guidotti, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora adjunta do Departamento de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Jornalista, Mestre em Ciências da Comunicação e Doutora em Educação.

Downloads

Publicado

2021-12-24

Como Citar

Venuto, R. G., & Guidotti, F. G. (2021). Balanços sem fim: processos de subjetivação estético-políticos nos fotojornalismos. Esferas, (22), 1-15. https://doi.org/10.31501/esf.v0i22.13401

Edição

Seção

Dossiê Fotografia, crises e contemporaneidade: olhares sobre existências