Mitocrítica fílmica: a interpretação do filme em seu horizonte mítico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v1i24.13697

Resumo

A mitocrítica fílmica é uma proposta teórico-metodológica sensível ao simbolismo arquetípico para a pesquisa em cinema na perspectiva dos Estudos do Imaginário. Alinhada à mitodologia de Gilbert Durand, a mitocrítica fílmica pretende interpretar os teores do imaginário que instigam filmes. Com ela, busca-se evidenciar imagens arquetípicas, imagens simbólicas, mitos e mitemas que inspiram obras cinematográficas levando em conta as derivações que esses conteúdos sofrem no processo comunicacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo Fantinel, Instituto Estadual de Cinema do Rio Grande do Sul (Iecine-RS)

Jornalista, mestre e doutor em Comunicação pela UFRGS com estágio doutoral na Université Jean Moulin Lyon 3, na França, como bolsista do Programa Capes-PrInt. Foi professor substituto no IFRS (2016/2017) e docente no Centro Universitário Fadergs (2017/2019). Ministrou cursos de extensão sobre cinema em Fabico-UFRGS, Unisinos, IFRS, Cine Um, Cinemateca Capitólio e Iecine-RS. É integrante da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS).

Downloads

Publicado

2022-08-16

Como Citar

Fantinel, D. (2022). Mitocrítica fílmica: a interpretação do filme em seu horizonte mítico. Esferas, 1(24), 254-280. https://doi.org/10.31501/esf.v1i24.13697

Edição

Seção

Mito e Comunicação Digital