Estudo exploratório sobre o abandono do esporte em jovens tenistas

Autores

  • Mariana Hollweg Dias
  • Marco Antônio Pereira Teixeira

DOI:

https://doi.org/10.31501/rbpe.v1i1.9262

Resumo

Procurou-se investigar possíveis fatores que pudessem estar associados com a intenção de abandono do esporte entre jovens atletas, com o intuito de obter dados que eventualmente pudessem ser utilizados para a compreensão do fenômeno ou mesmo para subsidiar intervenções preventivas. Foi criado um instrumento para este estudo, onde se requisitava informações sobre a prática esportiva e investigava diversos pensamentos e sentimentos em relação à prática do tênis (incluindo pensamentos de abandono). Foram encontradas correlações significativas entre a variável pensamentos de abandono e as seguintes variáveis: número de horas treinadas por semana (correlação negativa), metas não alcançadas, preocupação menor com os resultados, cobranças por parte de pais e treinadores as quais os atletas não sabem se conseguirão atingir, o fato de sentirem-se menos valorizados pelo treinador do que os colegas, de não estarem mais sentindo prazer em treinar e vontade de ir aos treinos e ainda a falta de recurso financeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-22