EDUCAÇÃO – ENTRE A TECNOLOGIA E A BARBÁRIE

Autores

  • Demerval Bruzzi Universidade Católica de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.18837/rda.v16i1.7545

Resumo

A ideia deste ensaio É apresentar o atual estágio de violência que se encontra a sociedade brasileira em pleno século XXI. Apresentando o poder de influência das autoridades que reacende a volta da ditadura, e o desenvolvimento tecnológico que abriu portas antes inimagináveis permitindo pela primeira vez na história da humanidade a produção e acesso a conhecimento para o bem e para o mau, maiores do que nos últimos 5.000 (cinco mil) anos. Diante deste cenário que nos encontramos entre a barbárie e a tecnologia, por meio de uma revisão literária e pesquisa qualitativa além da análise de discurso (mesmo que minimizada), procurei entender o sofrimento vivenciado hoje pela nossa sociedade, comparando-os aos experimentos de Stanley Milgram, onde indivíduos tendem a obedecer as autoridades, mesmo que estas contradigam o bom-senso individual e Philip Zimbardo, onde pessoas boas são induzidas ou seduzidas a tomar atitudes violentas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Demerval Bruzzi, Universidade Católica de Brasília

Ex Diretor do Ministério da Educação. Doutorando em Educação pela Universidade Católica de Brasília (UCB) e graduando em psicologia pelo UNICEUB.

Downloads

Publicado

2016-11-23

Como Citar

Bruzzi, D. (2016). EDUCAÇÃO – ENTRE A TECNOLOGIA E A BARBÁRIE. Direito Em Ação - Revista Do Curso De Direito Da UCB, 16(1). https://doi.org/10.18837/rda.v16i1.7545

Edição

Seção

Artigos