Plataformas de e-Science: necessidades e desafios para um programa científico para a Amazônia

Autores

  • Ronaldo Ferreira da Silva
  • Edilson Ferneda
  • Fernando William Cruz
  • José Laurindo Campos dos Santos
  • Ana Paula Bernardi da Silva
  • Luiza Beth Nunes Alonso

DOI:

https://doi.org/10.31501/rgcti.v5i1.14590

Resumo

O avanço da tecnologia da informação possibilitou a otimização de processos e maximização de resultados em diversas áreas, possibilitando, sobretudo, a quarta revolução industrial que tem seus pilares nas inovações tecnológicas, surgindo o termo indústria 4.0. Neste contexto, outras áreas também cooptaram e cunharam o termo “4.0” em novas defini-ções onde as atividades finalísticas receberam em seu processo de concepção suportes importantes da tecnologia, dentre elas a produção científica, que faz cada vez mais de forma intensa o uso de tecnologia, sobretudo da computação de alto de desempenho (HPC - High-performance computing), fazendo, desta forma, surgir o termo Ciência 4.0 ou e-Science. O presente trabalho tem por finalidade analisar um conjunto de plataformas computacionais, selecionadas com base em critérios como disponibilidade para a comunidade científica brasileira e citações em estudos científicos, e apontar os componentes e carac-terísticas presentes nelas capazes de atender um agrupamento de dimensões conceituais para gestão de dados científicos e do conhecimento científico produzidos no contexto de um programa científico da Amazônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-06-20

Edição

Seção

Artigos