O ensino de língua materna sob a perspectiva docente: a diglossia na escola

Autores

  • Maria Lúcia Souza Castro Universidade do Estado da Bahia-UNEB

Resumo

RESUMO: Neste trabalho, destacam-se manifestações discursivas reveladoras da imagem que os professores têm da língua falada pelos brasileiros e da norma que a escola pretende ensinar. Os discursos analisados evidenciam a imagem de língua materna em sua relação com a identidade do sujeito falante e se inserem em uma formação discursiva que caracteriza uma ideologia nacionalista, defensora do culto e do tratamento cuidadoso desse bem comum. Os professores entrevistados classificam os conhecimentos linguísticos dos alunos como insuficientes para a assimilação dos conteúdos determinados pela escola, o que prejudica o aproveitamento em outras disciplinas. Para estes, a escola não tem oferecido os conhecimentos necessários à formação dos alunos, sobretudo a aprendizagem da norma culta. Palavras-chave: Língua Materna. Diversidade lingüística. Diglossia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lúcia Souza Castro, Universidade do Estado da Bahia-UNEB

Professora Titular do DCH-Campus V/UNEB, na área de Letras e Linguística. Doutora em Linguística Aplicada. Desenvolve pesquisa em: ensino de língua materna, análise do discurso, sociolinguística e dialectologia.

Downloads

Publicado

2012-07-04

Edição

Seção

Artigos