EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO DE ARGININA SOBRE MARCADORES INDIRETOS DE DANO MUSCULAR INDUZIDO PELO EXERCÍCIO DE FORÇA

Wesley Pereira Barbosa, Alexandre Moreira, Reury Frank Pereira Bacurau, Rodrigo Vitasovic Gomes, Carolina Dario Capitani, Lucas Duarte Tavares, Marcelo Saldanha Aoki

Resumo


O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos da suplementação com o aminoácido arginina (ARG) sobre marcadores indiretos do dano muscular induzido pelo exercício (DMIE). Participaram do estudo 24 jovens universitários do sexo masculino com experiência mínima de 1 ano em treinamento de força. Os indivíduos foram randomizados em 2 grupos, em experimento duplo-cego: suplementado com 7g de arginina (ARG, n=12) ou suplementado com 7g de placebo (PLA, n=12) 30 minutos antes à realização do protocolo de 10 séries de 10 repetições máximas (RMs). Foram aferidas a circunferência torácica, a dor muscular de início tardio (DMIT) por meio da escala visual analógica (EVA), e teste de uma repetição máxima (1RM) em repouso, 24h, 48h e 72h após a sessão de treinamento (ST). Os resultados foram analisados utilizando teste de análise de variância (ANOVA de dois caminhos) seguido pelo teste de Bonferroni. Foi observado maior decréscimo da produção de força em 72h após a ST no grupo PLA comparado ao grupo ARG (p<0,05). A DMIT apresentou maior magnitude, em todos momentos avaliados após a ST, no PLA em comparação ao grupo ARG (p<0,01). A suplementação aguda de ARG utilizada no presente estudo parece ter atenuado do DMIE, conforme sugere a avaliação dos marcadores indiretos investigados.

Palavras-chave


Treinamento de Força, Dano Muscular, Arginina, suplementação nutricional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbcm.v28i1.10128

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement