RELAÇÃO ENTRE O DESEMPENHO NO TESTE DE SALTO VERTICAL EM ÁGUA E A VELOCIDADE DE ARREMESSO DA BOLA EM JOGADORES DE POLO AQUÁTICO

Flávio de Souza Castro, Camila Dias de Castro, Guilherme Tucher

Resumo


Considerando as técnicas fundamentais do polo aquático (PAq), o objetivo deste estudo foi verificar a existência de relação entre a velocidade da bola após o arremesso à gol (VB) e a altura alcançada em teste vertical realizado dentro da água (HEB) por jogadores recreacionais de PAq. Participaram 13 jogadores de PAq do sexo masculino (idade: 30,4 ± 6,5 anos, massa corporal de 81,4 ± 9,9 kg, estatura de 1,78 ± 0,05 m e envergadura de 1,81 ± 0,06 m). VB foi mensurada com radar e HEB com videogrametria. Resultados: VB foi de 15,8 ± 1,4 m.s-1 e HEB foi de 128,0 ± 12,0 cm. Encontrou-se correlação positiva, forte e significativa (r = 0,71 e p = 0,004) entre a VB e a HEB. Jogadores recreacionais adultos de polo aquático tem desempenho no teste de velocidade da bola e no de salto vertical na água próximos ou abaixo daquele apresentado por jogadoras de elevado nível de desempenho e atletas mais jovens de bom desempenho.

Palavras-chave


avaliação; esporte; desempenho

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbcm.v28i4.10866

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement