A IMAGEM CORPORAL NA DANÇA DE SALÃO

Cristiane Costa Fonseca, Eliane Florencio Gama

Resumo


A dança não competitiva é uma forma de manifestação corporal que promove união corpo-mente-emoção e que tem influência sobre os aspectos psicológicos e fisiológicos do ser humano. A dança de salão é a expressão dos movimentos do corpo em sincronia com um parceiro, em harmonia com o ritmo musical, organizados em um padrão espacial. Dançar permite que conheçamos novos caminhos que nos coloca em contato com nós mesmos e com o ambiente. Essa é uma maneira de produzir mudanças na relação mente-corpo proporcionando aprendizado cognitivo e perceptivo dos sistemas, influenciando a imagem corporal. A imagem corporal representa a forma com que uma pessoa experimenta e conceitua seu corpo. Sofre influência dos processos neurais e estados emocionais por isso está em constante modificação. Partindo do princípio que a dança desencadeia emoções e que promove a melhora na relação corporal pressupomos que ela tenha influência positiva na auto-imagem. Sendo assim, a proposta desse estudo é de ampliar os dados acerca da prática de dança de salão avaliando seus benefícios na imagem corporal de indivíduos iniciantes. Para isso foi utilizada a escala de silhuetas proposta por Stunkard capaz de avaliar o grau de auto-satisfação corporal antes e depois do módulo inicial de aulas de dança. Essa pesquisa mostrou que a dança de salão propiciou benefícios no nível de satisfação principalmente nas mulheres que a princípio apresentavam-se descontentes com sua auto-imagem e passaram a se sentir mais satisfeitas com sua silhueta corporal.

Palavras-chave


percepção corporal; auto-imagem; dança social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v19i3.2176

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement