RELAÇÃO ENTRE LORDOSE LOMBAR E DEPÓSITO DE GORDURA ABDOMINAL EM ADOLESCENTES E ADULTOS JOVENS - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v23n2p74-80

Gisela Rocha de Siqueira, Geisa Guimarães de Alencar, Márcia Beatriz Nogueira da Rocha, Luiz Roberto da Silva, Maria Catarina Gomes Gadêlha de Moura, Gisélia Alves Pontes da Silva

Resumo


Objetivo: analisar a relação entre o depósito de gordura abdominal e a hiperlordose lombar em adolescentes e adultos jovens do sexo masculino. Método: participaram desta pesquisa 141 indivíduos com idades variando entre 18 e 25 anos, divididos em dois grupos: grupo hiperlordose com 70 indivíduos com hiperlordose lombar e grupo lordose formado por 71 sujeitos com a curvatura lombar fisiológica. Os participantes foram submetidos a avaliação antropométrica (medida do peso, altura, circunferência abdominal), análise postural da curvatura da coluna lombar, por meio do software Posturograma, e exame ultrassonográfico para determinação da gordura abdominal. Resultados: As médias da circunferência abdominal e da quantidade de gordura visceral foram maiores no grupo hiperlordose do que no grupo lordose. Porém, em relação à gordura subcutânea não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos. Observou-se também, no grupo hiperlordose, relação estatística direta entre a profundidade da coluna lombar e duas variáveis: a circunferência abdominal e a medida da gordura visceral. Conclusão: O grupo hiperlordose apresentou uma maior protrusão abdominal (maior circunferência abdominal e maior depósito de gordura visceral) que o grupo lordose. Além disso, no grupo hiperlordose, também foi observado que quanto maior a circunferência abdominal e a gordura visceral, maior a profundidade da coluna lombar.

Palavras-chave


Gordura abdominal; Lordose; Circunferência abdominal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v23i2.5008

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement