COMPOSIÇÃO CORPORAL DA FITA MÉTRICA À PESAGEM HIDROSTÁTICA: UMA ANÁLISE DE DOIS COMPONENTES - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v23n3p105-112

Keyla Brandão Costa, Debora Catarine Nepomuceno de Pontes Pessoa, Raphael Jose Perrier-Melo, Jorge Luiz de Brito-Gomes, Fernando José de Sá Pereira Guimarães, Manoel da Cunha Costa

Resumo


A avaliação da composição corporal é essencial para determinar o nível nutricional, modificações nos padrões dos componentes corporais assim como para detectar riscos à saúde. Objetivo: comparar e correlacionar o método de pesagem hidrostática (PH) com a dobra cutânea (DC), bioimpedância (BIA) e circunferência (CIR). Métodos: A amostra foi composta por 50 jovens do gênero masculino (26,4 ± 4,7 anos), nos quais foram aferidas as medidas de estatura, massa corporal, circunferências, dobras cutâneas, bioimpedância e pesagem hidrostática. Empregou-se a análise de variância multivariada e Post Hoc Scheffé para identificar a diferença entre as técnicas. Para correlação entre a pesagem hidrostática e as outras técnicas foi utilizado o coeficiente de correlação simples de Person. Resultados: Ao correlacionar a pesagem hidrostática com as outras técnicas, pode-se notar que houve correlação significativa em todas variáveis analisadas (p<0,05), dessa forma, os componentes da composição corporal podem ser analisados por todas as técnicas devido ao fato de possuírem boa relação com uma técnica referência. No entanto, quando comparadas as técnicas, houve diferença significativa apenas no percentual de gordura entre as técnicas de circunferência com a pesagem hidrostática,14,81 ± 4,46 vs 18,06 ± 6,09 (p<0,05). Conclusão: Embora a DC (Guedes), BIA e Perimetria apresentem boa correlação com PH, recomenda-se a técnica DC (Petroski), devido ao fato de possuir maior correlação e resultados significativos entre os componentes corporais ao comparar com a técnica PH.

Palavras-chave


antropometria, composição corporal, constituição corporal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v23i3.5355

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement