INFLUÊNCIA DA ALTERAÇÃO DO ADVERSÁRIO NAS RESPOSTAS TÁTICAS E FÍSICAS EM PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL

Gibson Moreira Praça, Leonardo Henrique Silva Fagundes, Wladimir de Oliveira Braga, Hugo Folgado, Juan Carlos Perez Morales, Mauro Heleno Chagas, André Gustavo Pereira de Andrade, Pablo Juan Greco

Resumo


Observa-se na literatura que o desempenho durante o jogo de futebol varia com a mudança dos jogadores adversários. Contudo, desconhece-se se este efeito é observado durante treinos de futebol com pequenos jogos, embora estes apresentem-se em importante meio para o treinamento nesta modalidade. Este estudo objetivou investigar a influência da mudança na constituição da equipe adversária no comportamento tático e no desempenho físico durante pequenos jogos no futebol. Selecionaram-se 18 atletas, divididos em 6 equipes com três jogadores cada. As equipes equilibradas do ponto de vista tático, enfrentaram-se ao longo do protocolo de pesquisa jogando na configuração 3vs3. Avaliou-se o perfil motor e o comportamento tático coletivo por meio do uso de dispositivos de GPS de 15Hz. Os dados foram analisados por meio do teste t pareado. Não se observaram alterações no desempenho tático das equipes. Contudo, para os aspectos físicos, observaram-se diferenças em relação às distâncias percorridas e acelerações. Conclui-se que a alteração da composição da equipe adversária implica em modificações comportamentais dos jogadores durante pequenos jogos, devendo esta variável ser considerada na utilização deste meio de treinamento.

Palavras-chave


Pequenos jogos, perfil motor, comportamento tático

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v24i4.6308

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement