EFEITOS DE SETE SEMANAS DE PERIODIZAÇÃO EM ATLETAS DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB20

Guilherme Grandim, Moisés Diego Germano, Felipe Lovaglio Belozo, Jonato Prestes, Charles Ricardo Lopes

Resumo


O objetivo do presente estudo foi investigar o comportamento das capacidades físicas específicas do futebol após sete semanas de treinamento. Participaram do estudo 20 atletas de futebol masculino de um clube profissional do interior de São Paulo com idade de 19,1±0,8 anos, massa corporal de 71,6±6,46 kg, estatura de 1,79±0,06 cm. Os resultados apontam um aumento significante na massa corporal (pré 71,6±6,46 e pós 72,4±6,42 kg) e massa magra (pré 62,2±5,31 e pós 63,2±4,96 kg) após as sete semanas de treinamento (P<0,05). Foi observado incremento na altura do salto vertical por meio do Squat Jump (pré 36,7±3,65 e pós 38,1±5,11 cm), e altura de salto contramovimento (43,5±4,14 e 44,7±4,81 cm) (P<0,05). Em adição foi observado incremento na velocidade por meio da diminuição significante no tempo de sprints (15 m) (3,0±0,09 e 2,7±0,08 s) (P<0,05). Na resistência anaeróbia foi verificado melhora significante no índice de fadiga de sprints repetidos (pré 10,5±2,64 e pós 8,5±1,60 %), e tempo médio dos sprints repetidos (pré 5,2±0,18 e pós 5,1±0,16 s) (P<0,05). Na resistência aeróbia foi encontrado melhora significante no VO2máx (pré 47,6±2,81 e pós 48,7±2,56 ml/kg/min-1), na distância percorrida (pré 1334±334,98 e pós 1468±305,21 m) (P<0,05). Por fim, foi encontrado melhora significante na força máxima pelo teste de 1RM no o exercício agachamento (pré 88,0±16,09 e pós 122,1±17,73 kg) (P<0,05). A organização do programa de treinamento periodizado proporcionou incremento nas capacidades físicas específicas e melhora de parâmetros antropométricos em jogadores de futebol em curto tempo de pré-temporada.

Palavras-chave


Avaliação Física; Performance; Capacidades Físicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v24i3.6591

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement