EFEITOS CRÔNICOS DO AIKIDO SOBRE A PRESSÃO ARTERIAL E COMPOSIÇÃO CORPORAL

Carlos Henrique Dantas Cavalcanti de Almeida, Raphael José Perrier-Melo, Marcos André Moura dos Santos, Aline Pamela dos Santos Almeida, Manoel da Cunha Costa

Resumo


Artes marciais são formas tradicionais de treinamento, que incorporam técnicas de defesa e ataque. Sua prática contínua e sistematizada proporciona benefícios significativos em torno dos componentes de aptidão física e saúde. O objetivo do estudo foi examinar as implicações da exposição ao treinamento de Aikido durante seis semanas nas variáveis hemodinâmicas e de composição corporal em adultos jovens. Trata-se de um estudo descritivo com foco transversal, realizado com seis sujeitos (28,17 anos) que realizaram um programa de treinamento com a arte marcial Aikido, durante seis semanas (três sessões semanais). Verificou-se as variáveis hemodinâmicas (frequência cardíaca e pressão arterial) e de composição corporal (dobras cutâneas e percentual de gordura) pré e pós-intervenção. Foi utilizado o teste t Student para realizar comparações entre os momentos do estudo. De acordo com os resultados verifica-se que o programa de treinamento com a arte marcial Aikido foi eficiente em causar reduções significativas em torno do percentual de gordura (11,17 – 10,27), pressão arterial diastólica (80,00 – 65,00 mmHg) e frequência cardíaca (125,50 – 106,33 bpm) de repouso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v26i1.7168

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement