ANÁLISE DE COMPONENTES PRINCIPAIS NA IDENTIFICAÇÃO DE CARACTERÍSTICAS PRIMORDIAIS EM ESPORTES COLETIVOS

Diego Hilgemberg Figueiredo, Diogo Hilgemberg Figueiredo, Helcio Rossi Gonçalves, Luiz Claudio Reeberg Stanganelli, Antônio Carlos Dourado

Resumo


RESUMO: Os objetivos do presente estudo foram: demonstrar por meio da análise de componentes principais (ACP), quais as variáveis que poderiam estar mais relacionadas com o desempenho de atletas de modalidades coletivas, podendo assim colaborar com uma maior caracterização das mesmas e testar se a utilização da técnica multivariada de análise por meio da ACP seria capaz de sintetizar essas variáveis. Fizeram parte do estudo 108 atletas (38 do gênero masculino e 70 do feminino) representantes da cidade de Londrina nos Jogos da Juventude do Paraná de 2008 e 2011 que integravam as modalidades de futsal, handebol, basquetebol e voleibol. Foram realizadas medidas de composição corporal por meio de plestimografia por deslocamento de ar, estatura e massa corporal, saltos verticais em placa de contato, testes de agilidade e velocidade, flexões abdominais e o teste de corrida de Leger. A análise de componentes principais (ACP) foi utilizada na tentativa de sumarizar em fatores as variáveis investigadas para todas as modalidades investigadas. Foram identificados 4 componentes principais para as modalidades de Futsal e Voleibol, representando 79,7% e 77% da variância total e de 3 componentes para as modalidades Basquetebol e Handebol, respondendo por 77% e 81,6% da variância total. A ACP foi capaz de identificar e discriminar as variáveis que mais respondem pela variância total em modalidades coletivas. As variáveis que mais contribuíram para a formação dos componentes vão de encontro com os principais atributos específicos das modalidades estudadas, identificando assim as principais variáveis que em tese poderiam contribuir para o sucesso esportivo nas modalidades em questão.

Palavras-chave


Análise Multivariada; Educação Física e Treinamento; Esportes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18511/rbcm.v27i3.9881

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement