EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E MÍDIA-EDUCAÇÃO: UMA EXPERIÊNCIA PEDAGÓGICA POR MEIO DA PRODUÇÃO DE VÍDEO

Jonatas Maia da Costa, Ingrid Wiggers

Resumo


O presente artigo aborda o processo e os resultados de uma investigação em educação física que promoveu uma experiência pedagógica mediada pela concepção de mídia-educação para a educação básica. O trabalho foi conduzido metodologicamente de acordo com os princípios da pesquisa-ação. A proposta pedagógica foi elaborada a partir de uma verdadeira imersão na escola, fator bastante caro quando da opção pela pesquisa-ação. Com efeito, a pesquisa de campo foi realizada ao longo de um semestre letivo, a partir de acompanhamento e docência de uma turma de 9º ano do ensino fundamental de uma escola privada de Brasília. A pedagogia crítico-emancipatória foi o eixo das ações didáticas investigadas associadas a uma proposta de produção de audiovisual com os estudantes durante as aulas de educação física. Conteúdos esportivos não tradicionais no Brasil foram referenciados por meio de exercícios de pesquisa destes estudantes e apresentados em vídeo como produtos do estudo. À luz dos fundamentos teóricos da mídia-educação, de aproximações da educação física a este campo educacional e em articulação à pedagogia crítico-emancipatória, são discutidos os resultados da pesquisa que sugerem a necessidade de um planejamento didático contextualizado e que possibilite abertura aos discentes a um protagonismo nas aulas. Assim, a proposta reuniu aspectos que potencializaram um ambiente de co-participação dos estudantes durante o processo de ensino-aprendizagem, aspecto relevante e de orientação fundamental em atendimento aos objetivos pedagógicos da mídia-educação. Sublinha-se a importância de se experimentar os estudos propositivos de práticas pedagógicas críticas em educação física e como a mídia-educação pode contribuir como uma alternativa didático-metodológica ao professor da escola básica.

Palavras-chave


Educação Física Escolar; Mídia-educação; Pesquisa-ação; Pedagogia crítico-emancipatória.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbcm.v28i4.9966

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement