PRIMEIROS SOCORROS COMO CONTEÚDO CONCEITUAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: OPÇÃO OU NECESSIDADE?

Camila Sousa Lacerda, Ronê Paiano, Kamila Santos Ressureição

Resumo


Todas as pessoas, de qualquer idade, em qualquer ambiente e nas mais diversas situações estão sujeitas a se acidentarem ou sofrerem um mal súbito. As consequências, em qualquer uma dessas situações, são diretamente proporcionais à gravidade do ocorrido e à qualidade e presteza no pronto atendimento. O objetivo foi analisar o conhecimento que alunos do ensino médio possuem sobre os primeiros socorros em seu eixo mais comum, como desmaios, convulsões, corte entre outros. A amostra foi composta por 45 alunos do primeiro ao terceiro ano do ensino médio, com idade entre 14 e 18 anos, sendo 23 meninas e 22 meninos. Como instrumento de coleta, foi entregue um questionário adaptado de Pergola e Araujo (2008), pelos pesquisadores, com perguntas abertas e fechadas relacionadas aos Primeiros socorros. Conclui-se que os alunos possuem conhecimento básico sobre procedimentos em situações de emergência, mas falta para eles uma formação concreta e conhecimento adequado para agir de maneira correta e segura.

Palavras-chave


Educação Física; ensino médio; primeiros socorros

Texto completo:

PDF () PDF () PDF