ANÁLISE DA COMPOSIÇÃO CORPORAL E PRESSÃO ARTERIAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE NOVA IGUAÇU

Leandro Moura Fernandes, Renato Sobral Monteiro Junior

Resumo


Objetivo: Método: Foi avaliado o IMC, percentual de gordura e pressão arterial de 60 alunos (36 meninos e 24 meninas) de 6 a 13 anos de idade do 1º a 5º ano do ensino fundamental de uma escola pública do município de Nova Iguaçu. Resultados: Nas classificações do IMC e % G, o índice de normalidade obteve a maior frequência. Houve relação entre o IMC e %G (R²=0,61; P<0,001). Também houve relação entre o IMC, %G e PAS (R²=0,53; P<0,001) e IMC, %G e PAD (R²=0,34; P<0,001). Os valores de IMC e PAS e PAD apresentaram diferenças significativas entre crianças e adolescentes. Entre as crianças não obesas e obesas ocorreu diferença significativa de PAS e PAD (P < 0,05). Conclusão: O índice de obesidade e sobrepeso não foi expressivo entre crianças e adolescentes. Apesar disso, os poucos avaliados que apresentaram maior perfil lipídico mostraram um aumento expressivo da PA. O nível socioeconômico pode ter influenciado o nível de atividade física e hábitos alimentares dos escolares.

Palavras-chave


Sedentarismo; Obesidade; Atividade física.

Texto completo:

PDF