Elementos de hermenêutica, humanização e boa-fé para uma teoria da garantia do acesso à educação no Ensino Superior

Autores

  • Augusto Melo Moulin Breda

Resumo

O Ensino Superior brasileiro enfrenta questões relativas ao acesso do cidadão a esta modalidade de ensino. A capacidade de ser merece uma categorização filosófica e jurídica quanto ao seu aspecto de garantia de acesso à educação integral, o que inclui o Ensino Superior. Sendo assim, o artigo aborda textos relativos à hermenêutica filosófica e jurídica, à humanização da técnica na filosofia da ciência e na metafísica e à boa-fé no processo civil como uma abordagem preliminar para o acesso à educação em nível de Ensino Superior. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica de cunho qualitativo, baseada em referências filosóficas, jurídicas e pedagógicas que sejam capazes de refletir sobre os elementos relativos à abordagem em três programas de pesquisa escolhida por este trabalho. A abordagem segue uma sequência didática, que perpassa elementos hermenêuticos para dar ênfase aos aspectos filosóficos do tema, elementos de humanização, com o escopo de garantir a adequação da hermenêutica a uma abordagem filosófica mais contemporânea, e elementos de boa-fé para moldar o instituto jurídico do acesso à educação. Por fim, com esses elementos, foi realizada uma reflexão sobre o acesso às políticas educacionais. Espera-se que esta pesquisa seja uma contribuição epistemológica para a garantia do acesso à educação, resultando em boas práticas no sistema educacional brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Augusto Melo Moulin Breda

Graduação em Gestão Ambiental pela Universidade de Franca (UNIFRAN). Graduação em andamento em Filosofia pela UNIFRAN. Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior pelo Centro Universitário São Camilo.

Downloads

Publicado

2020-10-22

Edição

Seção

Artigos