EFEITOS DO MÉTODO PILATES SOBRE A CAPACIDADE FUNCIONAL, FATORES ANTROPOMÉTRICOS, MARCADORES INFLAMATÓRIOS E QUALIDADE DE VIDA DE IDOSAS SEDENTÁRIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/rbcm.v29i2.11304

Resumo

RESUMO: o objetivo do presente estudo foi investigar os efeitos de exercícios baseados no método Pilates solo sobre a capacidade funcional, fatores antropométricos, níveis de marcadores inflamatórios circulantes e a qualidade de vida em idosas sedentárias. Trata–se de um delineamento quase experimental com pré e pós teste. A amostra foi constituída por 33 idosos, a partir de 60 anos e do sexo feminino. Para avaliar a capacidade funcional (CP) foram utilizados os testes de velocidade de caminhada (VC) e de força de preensão manual (FPM); para avaliar a presença de marcadores inflamatórios foram realizados exames laboratoriais para quantificar os níveis séricos de proteína C reativa ultrassensível (PCR-us) e fibrinogênio e para avaliar a qualidade de vida (QV) foi utilizado o questionário SF – 36. Para a análise estatística foi utilizado teste de normalidade Shapiro Wilk. Para os dados paramétricos utilizou-se teste t pareado e ANOVA one Way e, para os dados não paramétricos, o teste Wilcoxon e Kruskal-Wallis. O teste Qui-Quadrado foi utilizado para analises de associações. Todos os dados foram analisados pelo no programa SPSS-IBM, versão 22.0 devidamente registrado e estipulado o nível de significância de p?0,05. O grupo Pilates não apresentou alterações estatisticamente significativas em relação a CF (p>0,05), porém as demais variáveis apresentaram. Variáveis antropométricas (massa corporal total, IMC, circunferência de cintura e quadril), PCR e fibrinogênio (p < 0,05); e em relação a QV, dois domínios apresentaram alterações significativas: limitações por aspectos físicos (p=0,045) e dor (p=0,011). Conclui-se que a prática do método Pilates solo promoveu redução significativa sobre a composição corporal, sobre os níveis séricos de marcadores inflamatórios, sobre a qualidade de vida e manutenção da capacidade funcional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara da Silva Ribeiro, Universidade Católica de Brasília

Departamento de educação física da Universidade católica de brasília

Gislane Ferreira de Melo, Universidade Católica de Brasília

Departamento de educação física da Universidade católica de brasília- Coordenadora do curso de pós graduação Educação Física

David Junger da Fonseca Alves, Universidade Católica de Brasília

Departamento de educação física da Universidade católica de brasília

Cristina Carvalho de Melo, Universidade federal de minas gerais

Departamento de ciências do Esporte na Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG, Brasil

Downloads

Publicado

2022-03-22

Edição

Seção

Artigo Original