DISTRIBUIÇÃO E PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS GRUPOS DOS GRUPOS DE PESQUISA EM ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA DO EXERCÍCIO - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v21n4p127-133

Autores

  • Juliano Magalhães Guedes Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Rafael Frata Cândido Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Alynne Cristian Ribeiro Andaki Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Edmar Lacerda Mendes Universidade Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v21i4.3931

Resumo

Objetivo: Realizar levantamento nacional da distribuição geográfica e produção científica de Grupos de Pesquisa em Endocrinologia e Metabolismo do Exercício (GPEME). Materiais e Métodos: Realizou-se busca sistemática no banco de dados do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq pelo número de GPEME e pela produção científica do(s) seu(s) líder(es) no período de julho a agosto de 2012. Resultados: A região Sudeste apresentou maior concentração (70,2 %; n = 33) dos GPEME, seguida das regiões Sul e Nordeste, ambas com 10,6 % (n= 5) e da região Centro-Oeste (8,6 %; n = 4). Não houve grupos atuantes na região Norte. Os GPEME encontrados na região Sudeste concentram 77,4 % (n = 3253) da produção científica nacional. Conclusão: Discrepâncias foram encontradas tanto na distribuição geográfica quanto na produção científica dos GPEME no Brasil, concentradas entre as regiões Sudeste e Sul e escassas no Norte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano Magalhães Guedes, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Departamento de Ciências do Esporte Educação Física

Rafael Frata Cândido, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Departamento de Ciências do Esporte Educação Física

Alynne Cristian Ribeiro Andaki, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Departamento de Ciências do Esporte Educação Física

Edmar Lacerda Mendes, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Departamento de Ciências do Esporte Educação Física

Downloads

Publicado

2013-11-25

Edição

Seção

Artigo Original