ANÁLISE ANATOMOFUNCIONAL DA TÉCNICA DO PIZZICATO EM CONTRABAIXO: UM ENSAIO TEÓRICO - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n1p131-136

Autores

  • Gilberto Cunha de Sousa Filho Universidade Federal de Pernambuco
  • Alexsandre Bezerra Cavalcante Universidade Federal de Pernambuco
  • Fernando Augusto Pacífico Universidade Federal de Pernambuco
  • Priscilla Cristina de Assis Araújo Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v22i1.4735

Resumo

A técnica do Pizzicato, recurso de puxar a corda do instrumento com o dedo para produzir o Staccato, é muito comum entre os contrabaixistas, especialmente no Jazz. Nesta técnica utilizam-se os dedos indicador e médio, mais comumente, sendo um movimento de repetição que exige habilidades motoras do músico, tais como controle sensório-motor, destreza, precisão, competência muscular e velocidade. Este trabalho objetiva mostrar a Anatomia envolvida no Pizzicato, criando um esboço de entendimento a fim de favorecer uma melhor compreensão para o músico, contribuindo num melhor desempenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilberto Cunha de Sousa Filho, Universidade Federal de Pernambuco

Departamento de Anatomia Centro de Ciências Biológicas Universidade Federal de Pernambuco

Alexsandre Bezerra Cavalcante, Universidade Federal de Pernambuco

Departamento de Anatomia Centro de Ciências Biológicas Universidade Federal de Pernambuco

Fernando Augusto Pacífico, Universidade Federal de Pernambuco

Departamento de Anatomia Centro de Ciências Biológicas Universidade Federal de Pernambuco

Priscilla Cristina de Assis Araújo, Universidade Federal de Pernambuco

Departamento de Anatomia Centro de Ciências Biológicas Universidade Federal de Pernambuco

Downloads

Publicado

2014-03-09

Edição

Seção

Ensaio