LIMITAÇÕES DA UTILIZAÇÃO DO EQUIVALENTE METABÓLICO (MET) PARA ESTIMATIVA DO GASTO ENERGÉTICO EM ATIVIDADES FÍSICAS - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n3p148-153

Autores

  • Alex Harley Crisp Programa de Pós Graduação em Alimentos e Nutrição. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) - Campus Araraquara.
  • Rozangela Verlengia Programa de Pós Graduação em Ciências do Movimento Humano. Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP)
  • Maria Rita Marques Oliveira Programa de Pós Graduação em Alimentos e Nutrição. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) - Campus Araraquara.

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v22i3.4739

Resumo

A determinação do gasto energético total é de extrema importância na área da saúde, sendo as atividades físicas voluntárias o componente mais variável. O presente texto contextualiza equivalente metabólico (MET), metodologia considerada simples e prática para a estimativa do gasto energético de exercícios e atividades físicas em adultos. O MET baseado no valor de consumo de oxigênio em repouso de 3,5 mL/kg/min, do qual a origem exata não é conhecida. No entanto, estudos em populações heterogêneas e específicas (obesos, idosos) mostram valores menores desse valor padrão. Como consequência, a estimativa do gasto energético em atividades físicas voluntárias pode ser sub estimada, uma vez que é baseada na elevação (múltiplos) do consumo de oxigênio em repouso. Cálculos e estimativas sempre estarão sujeitos a erros devido às variações físicas/biológicas entre indivíduos, fatores ambientais, entre outros. A simples correção do valor de 1 MET por meio da equação de Harris-Benedict (3,5 ÷ Taxa metabólica de repouso estimada [mL/kg/min]), fornece uma estimativa mais individualizada e próxima do gasto energético mensurado diretamente. Fator que pode favorecer um melhor planejamento de intervenções nutricionais e treinamento físico. Por outro lado, faz-se necessária a realização de novos estudos para que fatores de correção possam ser propostos em populações específicas, visto que não se justifica a utilização de uma única medida para todos os adultos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-09-06

Edição

Seção

Ponto de Vista