EFEITO DO TREINAMENTO CONCORRENTE NA COMPOSIÇÃO CORPORAL E MASSA MUSCULAR DE RATOS WISTAR - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v22n3p34-42

Autores

  • João Henrique Lyrio Machado Universidade Estadual Paulista
  • Guilherme Massami Horie Universidade Estadual Paulista
  • Robson Chacon Castoldi Universidade Estadual Paulista
  • Regina Celi Trindade Camargo Universidade Estadual Paulista
  • José Carlos Silva Camargo Filho Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v22i3.4747

Resumo

RESUMO: O exercício físico gera uma série de alterações fisiológicas ligadas à saúde e ao desempenho físico. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi analisar os efeitos do treinamento concorrente na musculatura e composição corporal de ratos Wistar. Na presente pesquisa foram utilizados 11 ratos machos adultos (90 dias), sendo utilizados seis como grupo controle (Ctle) e cinco definidos como Treinamento Concorrente (TCc). O protocolo de TCc foi definido com 30 minutos de natação e 4 séries de 10 saltos, com sobrecarga de 50% do peso corporal de cada animal. A intensidade do treino aeróbio foi estabelecida em 70% do limiar anaeróbio estimado a partir da realização da carga crítica de trabalho e obtenção do limiar anaeróbio (Lan), definida com a aplicação de quatro diferentes estímulos. Foram sorteadas quatro cargas para cada animal, correspondentes a 7, 9, 11 e 13% do peso corporal, de modo que os animais realizem os esforços em dias não consecutivos. O período experimental consistiu em quatro semanas. Foram analisadas as áreas de secções transversas das fibras muscular (AST). Além disso, foi calculado o Índice de Lee (Lee), coeficiente de eficácia alimentar e quantificado o peso da gordura visceral a partir da massa corpórea de cada animal (%PC). Foi verificado que houve hipertrofia das fibras musculares nos animais submetidos ao TCc em comparação ao Ctle (2988,84±822,58 vs 2447,82±682,39), além da redução nas variáveis índice de Lee e gordura visceral (2,98±0,06 vs 2,90±0,04 e 2,04±0,79 vs 3,04±0,65). No entanto observou-se menor coeficiente de eficácia alimentar (13,95±1,14 vs 14,93±0,42). Desta forma, concluísse que os animais do grupo TCc demonstraram hipertrofia das fibras musculares e redução na gordura corporal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Chacon Castoldi, Universidade Estadual Paulista

Graduado pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Departamento de Educação Física.

Downloads

Publicado

2014-06-28

Edição

Seção

Artigo Original