O CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO – EDUCAÇÃO FÍSICA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A CULTURA CORPORAL DE MOVIMENTO E O LAZER - DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v23n3p14-29

Autores

  • Lucas de Andrade Carvalho Universidade Metodista de Piracicaba
  • Cinthia Lopes da Lopes da Silva Universidade Metodista de Piracicaba

DOI:

https://doi.org/10.18511/rbcm.v23i3.5576

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar o currículo oficial do estado de São Paulo para as aulas de Educação Física, e apresentar considerações com relação à perspectiva da cultura corporal de movimento e a discussão sobre lazer. Utilizamos como procedimentos metodológicos as pesquisas bibliográfica e documental, caracterizando este estudo como qualitativo. Resultados: apesar do avanço em se propor um material didático para a disciplina Educação Física, percebemos existir dois pontos importantes relacionados com as teorias mencionadas no documento e as utilizadas no material didático em análise: o primeiro refere-se ao tema lazer, onde percebemos uma manutenção da tão criticada perspectiva “funcionalista”; o segundo é relacionado à perspectiva cultural de Educação Física, que pensamos não propor de forma sistemática a ressignificação do conhecimento. Avaliamos ser necessário levar em conta o ponto de vista de professores e alunos na reformulação de documentos que venham a ser referência para as aulas de Educação Física na escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas de Andrade Carvalho, Universidade Metodista de Piracicaba

Mestre em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba, membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Lazer, Práticas Corporais e Cultura (GELC)/Unimep e professor da rede pública do estado de São Paulo.

Cinthia Lopes da Lopes da Silva, Universidade Metodista de Piracicaba

Professora atuante nos cursos de graduação Licenciatura e Bacharelado em Educação Física, e no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em Lazer, Práticas Corporais e Cultura (GELC), certificado pelo CNPq.

Downloads

Publicado

2015-06-22

Edição

Seção

Artigo Original