Ação de Petição de Herança

Autores

  • Arnoldo Camanho de Assis Universidade Católica de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.18837/rda.v8i1.4926

Resumo

DOI: http://dx.doi.org/10.18837/1518-9562/direito.acao.v8n1p11-39 “Ação” é o direito público, subjetivo, abstrato, unissubsistente,de exigir do Estado a prestação jurisdicional. A ação é sempredirigida contra o Estado em desfavor de alguém. O autor não temação contra o réu — tem ação contra o Estado para pedir algoem face do réu. De todas as características do direito de ação quese foram incorporando ao conceito por força de sua evoluçãohistórico-doutrinária lenta e gradual, talvez a mais interessante detodas seja o fato de se considerar a ação como sendo um direitounissubsistente. Isso significa que a ação é um direito que se exaurecom o seu exercício. Em outras palavras: proposta a ação, a açãose acaba, se gasta, se exaure, deixa de existir, morre. Isso ocorreporque, como, em termos práticos, a ação tem dupla finalidade ?abrir as portas da justiça e fazer nascer o processo ?, no momentoem que o autor propõe a ação2, a ação cumpre o seu duplo papel,permitindo, pois, que o autor acesse a justiça, fazendo nascer, apartir daí, a relação de direito processual3. Daí para a frente, não sefala mais de ação, já que a ação, ao ser exercitada, se exaure, acaba,morre. Há de se falar em processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Assis, A. C. de. (2014). Ação de Petição de Herança. Direito Em Ação - Revista Do Curso De Direito Da UCB, 8(1). https://doi.org/10.18837/rda.v8i1.4926

Edição

Seção

Artigos