Tuberculous spondylitis and pyogenic spondylitis

Vitorino Modesto Santos

Resumo


Este manuscrito visa aumentar o índice de suspeição de cuidadores de saúde primários sobre os possíveis desafios envolvidos no diagnóstico diferencial de abscessos espinhais e para espinhais. Alguns estudos realizados em países de baixa, média e alta renda são comentados, incluindo a possibilidade de semelhanças clínicas e de imagem entre esse tipo de abscessos por Mycobacterium tuberculosis e por agentes patogênicos Gram-positivos ou Gram-negativos. As imagens de ressonância magnética são ferramentas valiosas para estabelecer a melhor conduta, mas o diagnóstico definitivo depende da caracterização exata do agente causal em todos os casos.

Texto completo:

PDF (English)