O efeito do tratamento farmacológico da dislipidemia no metabolismo ósseo: revisão

Adda Cecília Batista de Carvalho, Carlos de Almeida Batista Sobrinho, Natalia Toledo Cavalier, Vitorino Modesto dos Santos

Resumo


O tratamento farmacológico da dislipidemia mais conhecido consiste no uso de estatinas, as quais apresentam efeito no metabolismo ósseo atuando na redutase da 3-hidroxi-3metilglutaril coenzima A e na proteína morfogenética óssea 2, com aumento de reabsorção óssea. Nessa conduta terapêutica, constata-se um efeito benéfico desses medicamentos sobre a densidade óssea, prevenindo a ocorrência e o agravamento da osteoporose. Este trabalho pretende revisar a literatura acerca do assunto, abrangendo os bancos de dados LILACS, SciELO e PubMed e incluindo artigos em inglês, português e italiano. Ao longo da produção do projeto em 2018 foram analisados dezenove artigos e, a partir de uma seleção criteriosa, foram utilizados os dez artigos considerados de maior relevância.


Texto completo:

PDF