Hepatite C Crônica, uma doença metabólica

Raquel Ferreira, Josenilson Antônio da Silva, Amani Moura Hamidah, Vitor Laerte Pinto Junior

Resumo


A Hepatite C (HC) é uma doença hepática inflamatória com grande potencial de cronicidade, afetando cerca de 180 milhões de pessoas em todo o mundo. Há mais de 10 anos a HC é também considerada como uma doença metabólica à medida que seu curso está relacionado ao desenvolvimento de resistência à insulina e esteatose hepática, portanto ao risco aumentado de desenvolvimento de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). Muitos estudos foram realizados, mas há vários mecanismos ainda não descritos. Sabe-se, entretanto, que o mecanismo de resistência à insulina (RI) e esteatose hepática estão associado aos genótipos 1b e 3a respectivamente e que o HCV (Vírus da Hepatite C) induz a esteatose hepática como forma de promover sua replicação viral estável. Finalmente, o HCV também promove a resistência ao tratamento com o interferon, tendo a RI importante papel. Leva a doença, assim, à cronicidade com progressão para fibrose, cirrose e carcinoma hepatocelular.

Texto completo:

PDF