A morte e o morrer: análise e percepção dos acadêmicos de enfermagem

Clariane Ramos Lôbo, Nara Araújo Anghebem

Resumo


A tanatologia, estudo do luto, existe em instituições que oferecem cursos específicos na área, tornando o tema mais acessível, mas ainda existem diversos tabus em relação ao tema que dificultam sua abordagem inclusive no meio acadêmico. Os objetivos do presente estudo foram analisar a percepção e os sentimentos dos acadêmicos de Enfermagem sobre o tema morte e morrer, seguido de uma investigação sobre a preparação para enfrentar a situação de morte e o morrer e se esse acadêmico tem estrutura para apoiar a família nesse momento. Também foi de interesse pesquisar quais as principais reações de primeiro momento quando se trata da situação que envolve a morte do paciente. O presente estudo trata de uma revisão crítica sobre como os acadêmicos de enfermagem, em fase final de conclusão do curso enfrentam o temido assunto morte e morrer, utilizando-se artigos científicos publicados em revistas indexadas nas bases de dados Lilacs e Pubmed por meio dos descritores enfermagem, luto, tanatologia. De acordo com os relatos foi demonstrado que ainda existe uma resistência no entendimento dessa passagem, tanto por parte dos pacientes quanto dos acadêmicos. O tema envolvendo a morte e os impactos que esta provoca, sempre será pauta para o entendimento humano acerca do que é tão natural para nós. Ainda se tem muito a estudar e investigar, oferecendo um preparo melhor para os acadêmicos que atuam na área de saúde sobre o enfrentamento da morte.


Texto completo:

PDF