Diferenças e semelhanças entre Transtorno Dismorfico Corporal e Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Hélio Henrique Medeiros Pires, Juliana Costa Gomes, Ana Carolina Pessoa Simões, Ana Paula Lottici Brito, Amani Moura Hamidah, Giulliane Carvalho Costa, Glenda Maria Gallerani Pacheco, Alexandra Lordes Saliba, Daniele Oliveira Ferreira Silva

Resumo


O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e o transtorno dismórfico corporal (TDC), embora descritos em diferentes seções das classificações da psiquiatria, mostraram-se similares em diversos aspectos fenomenológicos. O TDC é encontrado em 8% a 12% dos pacientes ambulatoriais com Transtorno Obsessivo Compulsivo e as taxas de TOC são mais elevadas em pacientes com diagnóstico primário de TDC. Estudos sugerem que o TDC seria uma expressão fenotípica do TOC, sendo aceita dentro do espectro obsessivo-compulsivo. O transtorno dismórfico é descrito como um transtorno que envolve sintomas de preocupação excessiva em relação a um defeito mínimo ou imaginário na aparência e que traz prejuízos na vida social, ocupacional ou em outras áreas importantes para o indivíduos. Teorias biológicas sugerem, como causa orgânica do TDC, a desregulação do sistema serotoninérgico. O mais importante ao se iniciar o tratamento do TDC é fazer com que o paciente tenha adesão ao tratamento. Para garantir que o paciente se trate de maneira adequada, inicialmente é preciso que ele aceite que sua condição exige um tratamento psiquiátrico.

false Name=Light Grid Accent 6falsetrue70

Texto completo:

PDF