Cardiomiopatia periparto: um resultado clínico favorável

Autores

  • Vitorino Modesto Santos Universidade Católica de Brasília e Hospital das Forças Armadasu
  • Monique Chiovatto Montes Araujo Hospital das Forças Armadas
  • Roberto Bentes Albuquerque Hospital das Forças Armadas
  • Virginia Samora Costa Pereira Hospital das Forças Armadas
  • Priscilla Mussi Hospital das Forças Armadas
  • Maíra Rocha Machado Carvalho Hospital das Forças Armadas

Resumo

Cardiomiopatia periparto é uma condição relativamente rara de etiologia desconhecida e que ocorre no último mês de gravidez ou até cinco meses após o parto. São características clássicas: insuficiência cardíaca congestiva em virtude de disfunção ventricular esquerda sem antecedente de doença cardíaca, idade materna avançada, ascendência Africana, multiparidade, gemelaridade, e tocólise prolongada. Descrevemos um caso de cardiomiopatia periparto em primigesta jovem previamente saudável, que melhorou com sucesso após tratamento clínico. O diagnóstico foi suspeitado por dados clínicos e posteriormente confirmado por alterações radiográficas do tórax, além de eletrocardiografia e dados ecocardiográficos. O objetivo do presente relato é aumentar o índice de suspeita a respeito dessa condição potencialmente grave.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitorino Modesto Santos, Universidade Católica de Brasília e Hospital das Forças Armadasu

Professor Adjunto I da UCB e Preceptor do Departamento de Medicna Interna do HFA

Monique Chiovatto Montes Araujo, Hospital das Forças Armadas

Médica-Residente de Clínica Médica

Roberto Bentes Albuquerque, Hospital das Forças Armadas

Especialista em Cardiologia e Preceptor de Residência Médica

Virginia Samora Costa Pereira, Hospital das Forças Armadas

Médica-Residente de Cardiologia

Priscilla Mussi, Hospital das Forças Armadas

Médica-Residente de Clínica Médica

Maíra Rocha Machado Carvalho, Hospital das Forças Armadas

Médica-Residente de Clínica Médica

Downloads

Publicado

2014-05-01