Avaliação dos efeitos da reabilitação cardíaca na miocardiopatia dilatada após implante de marca-passo: relato de caso

Ilzamar de Mesquita Gomes, Diana Ferreira Pacheco

Resumo


A Miocardiopatia Dilatada é uma condição clínica que reduz a capacidade funcional e prejudica a contração ventricular, evoluindo para um quadro de Insuficiência Cardíaca e casos que necessitam de implante de marca passo, sendo assim, o presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da Reabilitação Cardíaca em um paciente portador de Miocardiopatia Dilatada.  Para a aplicação do protocolo apenas 1 indivíduo participou da pesquisa, o paciente foi avaliado antes e após o tratamento que teve uma frequência de 2 vezes por semana, duração das sessões de 50 minutos, e duração total de 13 semanas. Quanto ao comportamento cardiovascular após o tratamento, foi observado que houve melhora da capacidade funcional do indivíduo, aumento da capacidade do organismo para responder ao exercício e a capacidade aeróbica máxima, além de modificar variáveis importantes como: Frequência Cardíaca reduziu de 80bpm para 50bpm, Pressão Arterial reduziu em 10mmHg; Teste da cadeira aumentou de 18 para 30 repetições em um minuto; Escala de percepção de esforço (BORG) variou de 8 para 13 o esforço do paciente e o Índice de massa corporal manteve em 22,4. Pode-se observar que a Reabilitação Cardíaca devidamente planejada e executada, respeitando o princípio da individualidade, é benéfica para pacientes com doenças do sistema cardiovascular.


Texto completo:

PDF