Atendimento de Emergência Realizado por Profissionais de Enfermagem, Médico, Bombeiros e Demais Profissionais Treinados a Vitimas de Acidentes e Catástrofes.

Autores

  • André Luis de Campos

Resumo

Os primeiros socorros a vítimas de traumas, acidentes e catástrofes são cruciais e de suma importância para a sobrevida dessas vítimas. Para tanto vários estudos e treinamentos são desenvolvidos constantemente. No processo de triagem para iniciar o socorro no local do desastre, um dos métodos mais utilizados são: o START- Simple Triage And Rapid Treatment que identifica as vítimas por fitas coloridas ou etiquetas (tarjetas) coloridas ou cartões de triagem: Cor Vermelha: socorro imediato, primeira prioridade ou prioridade imediata – são vítimas que requerem atenção imediata no local ou tem prioridade no transporte. Cor amarela: segunda prioridade ou prioridade secundária - socorro deve ser rápido, mas deve aguardar vítimas com maior prioridade. Cor verde: terceira prioridade ou prioridade tardia – vítimas deambulando, com lesões menores e que não requerem atendimento imediato. Cor preta: prioridade zero ou última prioridade - vítimas consideradas  em morte óbvia ou em situações de grande dificuldade para reanimação. Outro método é o C.R.A.M.P – Circulação, Respiração, Abdome, Motor ou Movimento e Psiquismo ou Palavra. A tabela C.R.A.M.P. é utilizada com o mesmo objetivo da tabela S.T.A.R.T., com o diferencial que a tabela C.R.A.M.P. possui parâmetros mais específicos devendo então ser utilizada por médicos. A classificação das vítimas também é feita através de cores e a prioridade de atendimento é a mesma do método S.T.A.R.T. E por ultimo o A.B.C.D.E. do trauma: Airway, Breathing, Circulation, Disability, Exposure, sendo: Vias Aéreas, Respiração, Circulação, Neurológico, Exposição. Cada item avaliado na triagem sugere o passo seguinte no socorro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Luis de Campos

Possui graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário Herminio Ometto de Araras (2003), mestrado em Enfermagem na Saúde do Adulto pela Universidade de São Paulo (2006) e doutorado em Enfermagem na Saúde do Adulto pela Universidade de São Paulo (2010). Atualmente é enfermeiro da Prefeitura Municipal de Mogi Guaçu. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: urgências e emergências, pronto socorro, saúde coletiva e imunologia.

Downloads

Publicado

2015-05-09