Efeitos agudos da acupuntura no controle de lombalgias inespecíficas em razão do número de sessões semanais

Cláudio Hiroshi Nakata, Keila Elizabeth Fontana, Alexandre Luiz Gonçalves de Rezende

Resumo


A dor lombar constitui-se em um sintoma de grande incidência na população em geral e em esportistas e a acupuntura numa das técnicas mais utilizadas no tratamento desse sintoma. No entanto, o número de aplicações semanal mais eficaz ainda é pouco descrita na literatura. O objetivo do presente estudo foi analisar os efeitos agudos da acupuntura no controle de lombalgias inespecíficas em razão do número de sessões semanais. Vinte voluntários, de ambos os sexos, diagnosticados com dor lombar inespecífica, distribuídos em três grupos, receberam aplicações de acupuntura com freqüências de uma, duas ou três sessões semanais, durante quatro semanas. No início e no final de cada sessão, o nível da dor foi mensurada de acordo com a gradação da Escala Visual Analógica (EVA). Os três grupos, ao longo das quatro semanas, tiveram um deslocamento do nível da dor, mensurada pela EVA, no sentido da classificação "intensa" para "leve", após a aplicação da acupuntura. Foram necessárias quatro semanas para que todos os integrantes do Grupo 1 (1 aplicação x semana) e Grupo 2 (2 aplicações x semana) atingissem o nível "leve" (0 a 2 pontos na EVA). O Grupo 3 (3 aplicações x semana), já na segunda semana, apresentou o nível de dor nessa classificação. A acupuntura mostrou-se eficaz no controle de dores lombares inespecíficas, uma vez que a grande maioria dos voluntários apresentaram diminuição do nível da dor após o tratamento. Os resultados desta pesquisa apontam para uma tendência de que um número maior de aplicações semanais de acupuntura proporciona celeridade na atenuação das dores lombares inespecíficas.

 

Palavras-chave: Dor lombar; Acupuntura; Medição da Dor


Texto completo:

PDF