Conceitos utilizados e eventos monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde entre os anos de 2006 e 2010

Wender Antônio de Oliveira, Eliana Tiemi Masuda, Pricila Brito Magalhães, George Santiago Dimech, Vitor Laerte Pinto Junior

Resumo


Objetivo: A ocorrência de epidemias e pandemias por doenças emergentes e reemergentes nos ultimos anos obrigou os sistemas de saúde a aprimorar os serviços de vigilância em saúde. Com isso, buscou-se descrever os eventos de saúde pública de importância nacional, monitorados pelo CIEVS/Nacional. Metodologia: Foi realizado um estudo descritivo por meio de dados secundários a partir das notificações recebidas pelo CIEVS no período de março de 2006 até dezembro de 2010. Análises específicas foram realizadas para o ano de 2010, quando estavam definidos os conceitos de classificação de risco dos eventos de saúde pública monitorados pelo CIEVS. Resultados: Foram notificados 745 eventos de saúde pública no período, com uma média de três eventos por semana epidemiológica. A Rede CIEVS apresentou um crescimento nas notificações realizadas ao CIEVS/Nacional iniciando em 2006 com menos de 1% e em 2010 com 72% notificações. A partir de 2010, 77% (n=68) dos 88 eventos foram avaliados como Risco para a Saúde Pública Nacional, 17% (n=15) como Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional e 6% (n=5) como Risco para a Saúde Pública Internacional (também monitorado pela OMS). Conclusão: O CIEVS/Nacional e a Rede CIEVS atuam no fortalecimento das atividades de alerta e de enfrentamento das emergências de saúde pública, proporcionando resposta do SUS aos novos cenários epidemiológicos que geram a necessidade de fortalecimento da vigilância em saúde.


Texto completo:

PDF