Intoxicações por etanol: registros de um hospital público

Amanda Layssa Vieira da Silva, Eidiane Lopes Barros Brito, Olegário Rosa de Toledo, Eliane Aparecida Suchara

Resumo


O número de intoxicações causadas pelo abuso de etanol está crescendo nas diversas faixas etárias e gêneros. O objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil das intoxicações agudas por álcool etílico registradas em um hospital público do interior do País. Realizou-se um estudo epidemiológico transversal nos anos de 2012 a 2013. Dos 152 casos encontrados, verificou-se que o gênero predominante foi o masculino, a faixa etária de maior prevalência foi de 20 a 34 anos e em 8,6% dos casos foi relatada associação com outros produtos. A circunstância de abuso próprio foi relatada em 97,4% dos casos. As reações que prevaleceram estavam relacionadas ao trato alimentar e metabólico. No tratamento medicamentoso a opção mais utilizada foi à associação entre medicamentos e soroterapia e para a intervenção não medicamentosa foi à soroterapia associado a vitaminas. Portanto, é necessário conscientizar, a população adulta, sobre os agravos provocados no organismo e as consequências do uso desenfreado. Também é importante realizar medidas de intervenção breve, visando à redução de danos e buscando a promoção da saúde.


Texto completo:

PDF