Epidermólise bolhosa: revisão narrativa

Tamires Shadyani Pacheco, Gleidson Brandão Oselame

Resumo


Introdução: A Epidermólise Bolhosa (EB) é uma doença genética que ao mínimo ou nenhum trauma causa bolhas. Ocorre devido à mutação de genes que codificam qualquer um dos componentes estruturais da pele. Objetivo: fisiopatologia, qualidade de vida e complicações comuns no portador de EB e Assistência de Enfermagem. Métodos: Tratou-se de estudo de revisão narrativa. Os dados foram coletados nas bases de dados indexadas na Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), Scientific Electronic Library Online (Scielo) e por meio do buscador Google Acadêmico. A coleta de dados deu-se nos meses de março, abril e maio de 2015. Desta forma, a amostra final de artigos foi composta por 07 estudos que foram submetidos à leitura exploratória e interpretativa. Resultados: A classificação dos tipos de EB se baseia no nível de clivagem onde as bolhas se desenvolvem, além da combinação dos aspectos clínicos, formas de herança, fator genético e proteínas envolvidas. Por ser uma doença hereditária, com diversos subtipos, e cada um destes, com níveis de dificuldades diferentes para o portador e sua família, a qual tem total influencia na qualidade de vida do paciente, pois traz o carinho e afeto. O profissional de Enfermagem precisa ter atualizações para conhecer sobre a doença, como cuidar e proceder diante do paciente e seus familiares aflitos com o quadro patológico, assim como um tratamento com resultados positivos.

 

Palavras-chave: Epidermólise bolhosa, Qualidade de vida, Enfermagem.


Texto completo:

PDF