Purpura de Henoch-Schönlein após ressecção transuretral de próstata

Vitorino Modesto Santos, Maira Farias Polcheira, Sergio Luiz da Costa, Maíra Rocha Machado Carvalho

Resumo


A púrpura de Henoch-Schönlein é uma vasculite de pequenos vasos com depósitos de IgA na pele, nos rins e no trato gastrointestinal. Predomina em crianças, associada com reação a drogas, infecções, picadas de insetos e vacinação, e sua patogênese não está bem esclarecida. Um homem de 50 anos foi submetido à ressecção transuretral de próstata e irrigação continuada com solução de cloreto de sódio a 0,9%, e usou quinolona, dipirona e nimesulida. No pós-operatório, apresentou cefaléia, tonturas, hipertensão arterial e taquicardia. Surgiram lesões purpúricas e pápulas não pruriginosas localizadas nas extremidades inferiores, que desapareceram com o uso de prednisona. Exames de sangue descartaram trombocitopenia, hiponatremia, alteração de imunoglobulinas, e insuficiência renal; mas foram evidenciadas hematúria e proteinúria, sem dismorfismo eritrocitário nem eosinofilúria. As características clínicas foram bastante consistentes com a púrpura de Henoch-Schönlein. Raros estudos comparam o padrão clínico e o prognóstico de crianças e adultos portadores dessa doença.

Texto completo:

PDF