Ações de educação médica a distância por meio de protótipos de apresentações eletrônicas interativas

Ettore Mendes Azenha, Gabriel Veloso Cunha, Verônica Cristine Rodrigues Costa, Rosalvo Streit Júnior, Lucas Benfica Paz, Armando José China Bezerra

Resumo


É observada uma grande tendência ao crescimento da modalidade de ensino a distância (EAD). Entretanto, o ensino das ciências médicas exclusivamente por meio de EAD é inviável pela sua natureza intrínseca de trabalhar com pessoas, considerando suas especificidades sociais e culturais. Há um evidente déficit de aparatos que viabilizem a associação entre EAD e ensino presencial. Neste trabalho são apresentados dois protótipos de diferentes estruturas eletrônicas interativas que proporcionam um processo de aprendizagem espontâneo e com didática diferenciada para as principais anomalias uterinas e de cabeça e pescoço. O embasamento teórico foi realizado por meio de pesquisas nas bases de dados virtuais PubMed, Biblioteca Virtual em Saúde e SciELO. Ambos os protótipos são ferramentas potencialmente úteis não somente para o uso universitário, mas também a fim de proporcionar meios de aprendizagem de patologias recorrentes na prática médica para crianças, a fim de despertar futuros talentos para a medicina e promover embasamento teórico que lhes será útil em fases posteriores de suas formações acadêmicas. Entre os fatores que definem a sua aplicabilidade na prática escolar estão: baixo custo, facilidade de manuseio, baixa necessidade de manutenção e a possibilidade de adaptação para outros sistemas do corpo humano.


Texto completo:

PDF