O tratamento da forma cutânea da leishmaniose tegumentar americana com antimoniato de meglumina intralesional

Armando de Oliveira Schubach, Maria Cristina de Oliveira Duque

Resumo


No momento, com o apoio do Ministério da Saúde, encontra-se em planejamento um ensaio clínico controlado, randomizado, multicêntrico, envolvendo diferentes estados brasileiros, para comparar o tratamento com antimoniato de meglumina sistêmico com o tratamento intralesional. O tratamento da leishmaniose cutânea com antimoniato de meglumina por via intralesional é uma técnica simples, eficaz e segura, podendo, inclusive, ser utilizada na rede de atenção básica à saúde. Acreditamos que o seu uso como primeira opção poderá diminuir a morbidade e letalidade relacionadas ao tratamento da forma cutânea da LTA


Texto completo:

PDF