Skin picking: um relato de caso

Vinícius Oliveira Domingues, Amanda Batista Alves, Renato da Silva Cordeiro Colenghi, Francisca Joelma Rodrigues de Lima, Vítor de Carvalho Neiva Pinheiro, Sara Cardoso Rose Paes, Daniele Oliveira Ferreira da Silva

Resumo


O Skin Picking é definido como a realização de escoriação repetitiva e compulsiva da pele que resulta em danos teciduais, sendo uma doença amplamente estudada pelos campos da psiquiatria e da dermatologia. Estudos recentes sugerem que a prevalência de Skin Picking é tão alta quanto de muitos outros transtornos psiquiátricos, com prevalências que variam entre 1%–5%. Este estudo dá enfoque ao aspecto psiquiátrico da condição, relatando o caso de uma paciente portadora da mesma em associação a outros transtornos psiquiátricos, explicitando o modo como foram realizados o acompanhamento e o tratamento da paciente, comparando os mesmos à literatura analisada.

Texto completo:

PDF