Implantação da Rede de Criptococose Brasil no Distrito Federal - RCB-DF

Autores

  • Joaquim Lucas Júnior
  • Vitor Laerte Pinto Júnior Universidade Católica de Brasília http://orcid.org/0000-0003-0556-5310
  • André Moraes Nicola Universidade de Brasília
  • Márcia dos Santos Lazera Pesquisadora do Laboratório de Micologia do Instituto Nacional de Infectologia da Fundação Oswaldo Cruz – INI – Fiocruz

Resumo

A criptococose é uma micose sistêmica de elevada letalidade e morbidade. No Brasil, existe pouca informação quanto ao número de casos e óbitos, pois a doença não é de notificação compulsória. Até pouco tempo, grupos de pesquisa brasileiros trabalhavam de forma independente, buscando conhecer as peculiaridades epidemiológicas e clínicas da doença no país. A reunião de diversos pesquisadores localizados em difirentes centros de pesquisa no Brasil deu origem a Rede de Criptococose Brasil. Em Brasilia, vários pesquisadores da UnB, Fiocruz e UCB, que já trabalhavem com fungos, aderiram à rede em 2013. Hoje, a RCB-DF já mostra avanços nos objetivos iniciais que pretendiam agregar pesquisadores, recursos, formação acadêmica e melhoria nos serviços de saúde. Uma rede de comunicação foi estabelecida entre profissionais de saúde dos hospitais, LACEN e pesquisadores onde informações importantes são compartilhadas proporcionando uma melhoria considerável na captação de dados e também numa rápida resposta em benefício dos pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joaquim Lucas Júnior

Pesquisadores do Programa de Epidemiologia e Vigilância em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz – PEPIVS – Fiocruz-Brasília

Downloads

Publicado

2017-10-24