Avaliação da aprendizagem em Farmacologia a partir de questões formuladas para compor um aplicativo educacional

Thiago Dantas Martins, Sérgio Ricardo Fernandes de Araújo

Resumo


Objetivo: Capacitar os discentes para a formulação de questões em Farmacologia para compor um aplicativo móvel educacional, ampliar possibilidades para adequada formatação do questionário de elaboração de questões, construir um banco de perguntas, inicialmente sobre antibióticos, e estimular a proatividade. Por fim, e fundamentalmente, analisar o grau de ganho cognitivo da equipe de elaboração de questões. Método: A partir da formulação de questões sobre antibióticos, três estudantes foram avaliados durante três encontros, tanto a partir das respectivas questões elaboradas, como também através da aplicação de uma prova-teste elaborada por um quarto discente. Resultados: Avaliando as questões por critérios determinados e o número de acertos do teste, mostrou-se que houve crescente ganho cognitivo da equipe, embora a relação de conteúdos, eliminação de alternativas e a coerência dos argumentos apresentados nas resoluções sugestionaram um fator tênue. Outrossim, obtiveram melhor compreensão sobre o uso dos antibióticos e, igualmente, ampliaram a perspectiva de novo conceito de monitoria e autoaprendizado. Conclusão: Entende-se que o projeto de pesquisa atendeu às expectativas no sentido de por em prática a árdua tarefa de aprendizagem de Farmacologia, com consequente consolidação de questões para o fim apreendido (construção de um App). Embora a apropriação do entorno do projeto seja considerado salutar, o pequeno número de discentes envolvido e o não tão amplo número de itens formulados são considerados pontos limitadores.


Texto completo:

PDF